Arquivo da categoria: Cães

ALIMENTAÇÃO PARA CÃES

Giane Lima Nepomuceno

Universidade Federal de Lavras – 3rlab

A escolha do melhor alimento ou ração para os cães pode ser uma tarefa árdua, em razão da grande variedade de alimentos e rações para cães que são comercializados no mercado atualmente.

caes-1

A escolha do alimento ideal é de extrema importância e saber escolher é muito importante (figura -1).

Cão filhote, devido ao rápido crescimento em curto período de tempo, é essencial para o seu desenvolvimento uma alimentação correta até que o mesmo chegue à fase adulta. As recomendações são:

  • Alimento balanceado
  • Alta Digestibilidade
  • Densidade energética e nutricional

Figura 1: A escolha do alimento ideal é de extrema importância e saber escolher é muito importante.

 

                Alimentação comum para cães

Os cães têm diferentes necessidades nutricionais durante as fases de suas vidas, uma dieta formulada para todas as fases não é apropriada. Uma alimentação comum, não fornece nutrientes suficientes para atender as necessidades de um filhote em crescimento ou uma mãe grávida amamentando. Por outro lado, essa mesma dieta, pode fornecer nutrientes em excesso a um cão idoso ou inativo. Alimentar o cão de acordo com cada estágio de vida (filhote de cachorro, adolescente, gravidez, adulto, sênior) é recomendado por zootecnistas, para manter a saúde geral, bem-estar e melhorar a qualidade de vida do animal.

                Alimentação especial para cada raça

Antes de procurar uma ração ideal para um filhote de cachorro, precisamos saber que cada cão é diferente de outro, mesmo que seja da mesma raça. Todos possuem necessidades nutricionais específicas, devido ao porte, raça, idade, ambiente, atividade física e hereditariedade. A alimentação inadequada de um filhote pode aumentar a predisposição a problemas como obesidade, crescimento demasiadamente rápido, distúrbios esqueléticos, desenvolvimento inadequado de ossos, músculos e resposta imunológica deficiente. Nas últimas décadas, os nutricionistas e pesquisadores, identificaram variações com exigências nutricionais para cada raça definidas no metabolismo. Raças de cães que foram desenvolvidas em locais específicos, podem ter se adaptado a dietas que são comuns em seu lugar de origem. A Endogamia e as diferenças genéticas entre os indivíduos de cada espécie podem resultar na necessidade de individualização da dieta do animal a fim de preservar a saúde.

                Alimentação especial para o estilo de vida do cão

Além de considerar a raça do cão, deve-se considerar o seu estilo de vida. Animais de trabalho (cães de caça, cães de campo) requerem diferentes proporções de proteínas e gorduras em suas dietas, diferente de “cães de colo” ou animais domésticos sedentários.

                Alimentação especial para cães idosos

Os cães mais velhos, especialmente aqueles com mais de sete anos de idade, devem ter uma dieta formulada para suas necessidades. Rações para cães seniores têm calorias mais baixas, com maior quantidade de proteína, baixa quantidade de sódio e carboidratos. Muitos alimentos contêm ingredientes tais como prebióticos para manter as populações microbianas intestinais saudáveis, aumento do ômega-3 ácidos graxos e outros antioxidantes para combater a inflamação e glucosamina para promover a saúde das articulações.

                Quantidade de alimento – gramas por dia

É essencial ter o controle da quantidade de ração consumida no dia, pois evita que cães filhotes, adultos ou idosos tenham um desequilíbrio nutricional, e consequentemente o risco de excesso de peso (figura – 2).

caes-2

Figura – 2: O equilíbrio do consumo é de extrema importância para não ocorrer excesso de peso.

Nos filhotes de cães as necessidades de calorias e nutrientes como, proteínas, minerais, gordura e vitaminas são maiores, pois nessa fase formam-se novos tecidos como Ossos, Músculos, Pelos e etc. É importante oferecer ao filhote a quantidade correta de alimento em intervalos adequados, uma vez que as necessidades alimentares variam de um filhote para outro considerando a raça, porte e fase da vida. Os guias de orientação alimentar presentes nos pacotes e latas de alimento são apenas uma referência inicial. É fundamental para a saúde do filhote que seu peso seja monitorado regularmente e que a quantidade de alimento seja ajustada conforme necessário.

A quantidade de ração a ser fornecida a um cão é calculada considerando-se a energia metabolizável do alimento e a necessidade energética estimada para o animal. Este procedimento de cálculo deve ser adotado para a composição das sugestões de utilização constante nos rótulos dos alimentos.